Equipe nota 8000/ Parabéns !! Carol Chelly

Comendo pastel no aniversário do Auro, que um grande profissional da música, ali naquela pastelaria, entre um pastel e outro se deu a origem de todo um trabalho. A célula  embrionária de um sonho que durante anos tinha ficado latente, mas ao mesmo tempo vivo fortemente sendo construido na alma com melodias musicais sendo transportadas para o papel, projeções da mente,  buscando a materialização perfeita entre a harmonia, a suavidade, a delicadeza, a profundidade da letra e música, de modo que pudesse ser ouvida e ao mesmo tempo projetada na mente e ao coração, que levasse alegria, que recordasse um belo momento, uma saudade eterna,  um grande amor.  Sou muito feliz  e o Universo  colocou no meu caminho  os amigos que encontrei e hoje compartilham  todo  este sucesso  desta nova  fase  da minha vida e que possamos comemorar cada vez mais todos juntos.  Obrigado  Felipe Hickmann( Produção musical e teclado), Vinicius Nisi ( Remix e teclado), Luis Bourscheidt(Bateria),Thiago Chaves(Guitarra) Fernando Schubet(Baixo) e Jomar Lúcio (Voz) . Tenho um grande carinho e amizade  por todos vocês  que acreditaram, que vibram junto comigo, que se colocam a disposição para os ensaios e sempre sorriem. Que comem pãozinho  com queijo e presunto no lugar do jantar e acham maravilhoso.  Obrigada por fazerem parte desta equipe de amigos e compartilho com vocês este sucesso  de mais de  8  mil acessos  ao nosso trabalho no Youtube  e  Site.  Somos uma grande equipe de trabalho  e  cada dia mais chega  mais um. MUITO OBRIGADA E PARABÉNS.

COM MUITO CARINHO  CAROL CHELLY

Anúncios

Hagah/Blog Alto Falante-Carol Chelly

Andrea Maciel

Jornalista 

Sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Entrevista com Carol Chelly

 

 

Carol Chelly fez seu show de estreia no ano passado, no Teatro Fernanda Montenegro. A cantora lançou o CD Sem Amarras, independente com 13 composições, e no dia 30 fará show na Fnac. Confira o nosso bate papo:

hagah: Como foi a sua trajetória musical?
Carol Chelly: Eu já gostava de música, comecei com piano e passei para o teclado, com uns oito, nove anos. Me apaixonei pelo teclado, com todos aqueles efeitos que dava pra fazer! Tocava em festas de igreja, almoços, casamentos… Até que com uns 12 anos, mais ou menos, me interessei pela parte de composição e comecei a cantar também. Fiz aulas de técnica vocal e passei a cantar em eventos, casamentos, e mais velha, em barzinhos também.

Em 2001, gravei um demo e mandei para gravadoras, rádios, pra ver o que eles achavam do material. Uma de minhas músicas, Complemento, foi pano de fundo de um programa de domingo da Rádio Nacional, de Mandirituba. Consegui colocar para tocar algumas de minhas músicas em outras rádios também, principalmente rádios AM, que dão mais abertura. De lá para cá, andei me concentrando atrás de músicas para um CD completo, e daí surgiu o Sem Amarras.

h: Como foi o show de estréia?
Carol: O show de estréia foi bacana. Como é uma produção independente com músicas próprias, a gente teve que correr atrás de bastante coisa, do teatro, da data, dos custos… Na ocasião gravamos um DVD do show também, que será colocado no site em breve.

h: Além desse show na Fnac, tem planos para próximos shows?
Carol: Vou tocar no Rio de Janeiro em março, trabalhar com a divulgação do CD. Em Curitiba é difícil, tem pouco lugar para artistas desconhecidos, em São Paulo, no Rio, tem mais mercado. Aos poucos, espero ir conseguindo o meu espaço.

h: E o CD estará a venda quando?
Carol: O CD estará a venda no dia do show, e a partir do final de fevereiro na Fnac, Livrarias Curitiba, Arsenal do CD.

h: Tem uma música em sânscrito no seu CD. Como surgiu a idéia?
Carol: Essa música inclusive está concorrendo a trilha da novela Caminho das Índias. A música surgiu em conversas com o Felipe (produtor musical), em que falávamos que eu cantava só música romântica, e resolvi mudar, dar uma cara mais pop para o trabalho. Passei essa música para ele, que era pequena, parecia mais uma vinheta.

Eu estudei sânscrito há uns quatro anos, fiz um curso rapidinho no Templo Hare Krishna, que eu sempre frequentava. Com o que eu aprendi lá, escrevi a letra de Numa Estrada, que começa indiana e no meio fica eletrônica. Eu coloquei um pedaço da música no youtube, e teve tantos acessos – mais de três mil! – que acabei colocando a música inteira disponível.

h: Por que esse gosto especial por música romântica?
Carol: Talvez seja de referência… Minha mãe gostava de músicas da época dela, músicas nordestinas, músicas que minha avó (que é portuguesa) cantava, então acabou misturando tudo! Conforme fui ficando mais velha, fui gostando de Toquinho, Vinícius, e de música internacional, aquelas baladas românticas ou dançantes. Eu gosto de divas como a Celine Dion, essas coisas bregas (risos). Mais tarde veio o Michael Jackson e a Madonna, então eu acabei juntando o romântico com o pop novo que estava surgindo… E eu também sou uma pessoa muito romântica (risos).

Hoje eu gosto muito do Phil Collins, Elton John, no Brasil tem bastante coisa boa do Vinícius, Toquinho. Parece que antigamente as letras das músicas tinham mais significado, hoje eu sinto que falta um pouco de conteúdo. Eu acho que as letras precisam de alguma coisa mais aprofundada, para passar uma emoção e não ficar só no superficial.

h: Quais seus objetivos futuros?
Carol: Trabalhar em cima do CD, divulgar o CD e o show, ampliar meus horizontes, não ficar só no sul. E conseguir uma gravadora, porque apesar de hoje os trabalhos serem muito divulgados na internet, ainda se precisa desse suporte da gravadora para se lançar. Muita coisa ainda surge nas rádios, e é difícil ter esse acesso sem uma gravadora. Sem falar que para fechar shows também fica mais difícil sendo uma artista independente.

h: Tem algo mais que queira mencionar?
Carol: Só lembrar para irem assistir ao show dia 30 na Fnac, e dia 29 estaremos no programa Tempo de Viver, na Educativa, tocando ao vivo.

 

 

 

Três mil acessos à música indiana no Youtube

Carol Chelly
GENTE,
ESTOU MUITO FELIZ POIS EM 1 SEMANA TIVE QUSE DOIS MIL ACESSOS A  MINHA MÚSICA INDIANA NO YOUTUBE.
MUITO OBRIGADA POR ESTE ACONTECIMENTO!   
5ª FEIRA ESTAREI NO HAGAH DANDO UMA ENTREVISTA ÀS 10h.
DIA 29/01 (PRÓXIMA 5ª) ESTAREI NO PROGRAMA TEMPO DE VIVER AO VIVO (TV CULTURA) ÁS 16:30h.
SEXTA FEIRA DIA 30/01 NÃO ESQUEÇAM O SHOW NA FNAC!
E SÁBADO (31/01) ESTAREI CANTANDO EM INDAIATUBA.

Agradecimento especial a todos que estão me apoiando!

Carol no Barigui
Estou aproveitando  este momento calmo, início de noite em Curitiba onde a luz do dia ainda se faz presente para agradecer as centenas manifestações de carinho elogiando o meu trabalho e a torcida para que a música indiana “Numa Estrada”  que compus em português e em sâncrito participe da novela ” Caminho das Indias”. É muito importante   saber que vocês  gostaram do trabalho que venho apresentando nos diversos shows que realizo. Isso me dá forças para continuar a batalhar, me dá a certeza de que estou no caminho certo, me dá esperanças de lutar cada vez mais  para  ver este trabalho (novo CD) nas rádios do Brasil inteiro. Só posso dizer que sem Deus e sem  vocês eu  não seria ninguém.  Que o meu sucesso está ligado diretamente ao carinho de todos vocês….
Por isso: MUITO OBRIGADA  !!! 
Carinhosamente
Carol Chelly

SHOW FNAC / MPB – POP MUSIC DE CAROL CHELLY

CAROL CHELLY

AOS AMIGOS E FÃS,

REALIZAREI O SHOW NA FNAC – SHOPPING BARIGUI, DIA 30/01 (SEXTA-FEIRA) ÀS 19:30h.
ENTRADA FRANCA
VENDAS DE CD NO DIA (R$ 10,00)

NESTE DIA SERÁ APRESENTADO TODO O CD COM MINHAS COMPOSIÇÕES CANTANDO AO VIVO COM A EQUIPE DE MÚSICOS MARAVILHOSOS QUE REALIZOU O SHOW DE LANÇAMENTO DO CD. TAMBÉM TERÃO A OPORTUNIDADE DE OUVIR A MÚSICA INDIANA “SUHRDAM SURYA JAGARTI (NUMA ESTRADA)” QUE CONCORRE AO TEMA DA NOVELA CAMINHOS DA ÍNDIA.   

VOZ: CAROL CHELLY
GUITARRA: THIAGO CHAVES
BAIXO: FERNANDO SCHUBERT
TECLADOS: VINÍCIUS NISI
BATERIA: LUÍS BOURSCHEIDT
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: JOMAR DE LIMA  

UM GRANDE BEIJO
ENCONTRO VOCÊS LÁ !

Carol Chelly- Contra a Guerra

As vezes me pergunto porque o homem conseguiu tantos progressos nas diversas áreas  do campo científico, tecnológico, político, saúde, relações internacionais e  muitas outras  e  não consegue conter uma guerra. Muitos seres humanos independente de sua religião, cor,  sexo, idade, raça  estão morrendo sem terem o direito de defesa, de manifestarem suas  opiniões, de serem julgados, pois a condenação chegou de forma arbitrária e inquestionável.  Será  que aqueles que estão julgando, são detentores de qualidades e poderes supremos capazes realmente de selar o  destino de uma vida condenando-a  morte, inclusive na infância?  Será que  tantos inocentes devem pagar pelo erro  e  pela intolerância de poucos que detém o poder em nome de uma nação ?   Será que temos que nos contentarmos somente em rezar para que Deus possa interferir em sua misericórdia ?  Colocar em mãos divinas um problema cuja a solução se encontra em mãos humanas ?   Será que as nações deste planeta não conseguem  diplomáticamente  ajudar na solução da  paz, sem colocar seus interesses no meio das negociações ?    Neste momento  eu  rezo, rogo aos céus para que o sofrimento destes povos tenham fim, na esperança  que intolerância não consiga avançar causando mais destruição, que a negociação  da paz seja vencedora para que não tenhamos mais um capitulo  negro na história deste planeta.  E   que o choro das crianças vendo os corpos de suas mães  sem vida, caídos no chão,  não formem  uma nova geração  de ódio  causado  pela dor  perpetuando a guerra.